Sempre após as refeições, devemos escovar os dentes. Não há dúvida de que a escova de dentes é uma das nossas grandes companheiras, não é?! Por isso, a escolha da escova ideal é tão importante. Mas tão essencial quanto escolher a melhor é também trocar de tempo em tempo. Você sabe quando deve trocar a sua? Leia mais e descubra!

POR QUE TROCAR A ESCOVA DE DENTES?

Mais do que garantir um hálito fresco, a escova de dentes garante, em partes, a nossa saúde bucal. Por isso, devemos valorizar e adquirir sempre um modelo bom, macio, que não machuque a gengiva, de acordo com a orientação profissional. Mas essa escova não dura por muito tempo. Nesse sentido, é preciso trocá-la frequentemente, pois as cerdas perdem a qualidade e deixam de higienizar de forma adequada a boca, o que é um risco para seu sorriso. A escova é a responsável por prevenir a placa bacteriana, que pode causar tártaro, cárie e algumas doenças gengivais. Então, fique atento a essa troca!

Clique aqui e leia mais sobre selamento biológico

DE QUANTO EM QUANTO TEMPO DEVO TROCAR A ESCOVA DE DENTES?

A recomendação, de forma geral, para trocar a escova de dentes é de, em média, três meses de uso. Mesmo que sua escova pareça boa ou quase nova, não deixe de trocar, pois, por mais que você seque as cerdas, entre elas ainda continua sendo um habitat excelente para a proliferação de fungos e bactérias, o que pode ser prejudicial para sua saúde. Leve o prazo em consideração e adquira uma nova! Quando os tufos da escova ficam desgastados, eles deixam de limpar corretamente nossos dentes. Por isso, é essencial cuidar bem da escova, fazer a higiene da forma como dentistas orientam e trocá-la no tempo certo. Quando não há esse cuidado, complicações sérias podem aparecer, e isso compromete a saúde bucal, o bem-estar e a qualidade de vida do paciente.

FIQUE ATENTO

Se por ventura a sua escova, antes desse tempo, estiver com as cerdas abertas ou visivelmente desgastada, vale a pena trocá-la. Uma escova nova garante a higiene da sua boca, o que não acontece com uma escova antiga ou desgastada. E fique de olho: a escova nessa situação com pouco tempo de uso é um alerta para que você use menos força na escovação! Procure escovar os dentes de forma suave, para não machucar os dentes nem a gengiva.

Outro ponto importante é quando você passa por uma gripe ou resfriado. Como o vírus se propaga pela saliva, ele pode se hospedar na escova de dentes. Assim, é bom não dar espaço para ter o problema novamente, certo? Assim, independentemente de ter dado os três meses ou não, troque a escova após a gripe.

Se você tem dúvidas de qual escova de dentes comprar, visite seu dentista e peça uma orientação. Nos mercados e nas farmácias, há muitos modelos, mas nem todos são adequados para garantir um sorriso bonito e bem-cuidado. Previna doenças e problemas mantendo bons hábitos de higiene bucal!

Saiba mais sobre nossos serviços visitando nossas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *